segunda-feira, 9 de julho de 2012

Gregório de Mattos - Obras (1928)

Este livro é uma das publicações da Academia Brasileira de Letras, como um dos Clássicos Brasileiros da Literatura, edição de 1929 pela Oficina Industrial Graphica. Esta publicação constam poemas e sonetos do Autor relacionado às coisas Sacras e, assim, a fé e religiosidade de Gregório de Mattos para com o Cristianismo, como este soneto, oferecido a "Jesus Christo Nosso Senhor":


PEQUEI, senhor; mas não porque hei peccado,
Da vossa alta clemencia me despido;
Porque quanto mais tenho delinquido,
Vos tenho a perdoar mais empenhado.


(p. 91)

Fonte da imagem: arquivo pessoal sergio/elane
@Direitos Reservados

Um comentário:

  1. Ah, Gregório de Matos " O boca do inferno" ou "Boca de brasa" é o maior poeta barroco brasileiro. Demais, li e continuo lendo sobre ele, identifico-me muito. Inclusive, ele é parceiro de Caetano Veloso, ou melhor, caetano o tornou parceiro de música.

    O livro adquirido por vc realmente é reliquia!

    O Sibarita

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua contribuição!